Curta e Siga


Fisioterapia Gerontológica na Artrose




Olá! Eu sou a Dani e esse texto fala sobre Fisioterapia Gerontológica na Artrose.


Não tem como negar que um problema de saúde muito comum nos idosos são as doenças degenerativas articulares, que também são conhecidas como  artroses. A artrose é um dos sinais mais comuns do envelhecimento e, que, provavelmente, a grande maioria das pessoas terão. E não tem cura! Todos vão ter em um grau menor ou maior. Os remédios, protetores articulares, remodeladores de cartilagem e o tratamento feito pelo fisioterapeuta não vão dar um fim definitivo à artrose, mas sim minimizar as consequências dessa lesão degenerativa e melhorar a qualidade de vida do paciente.

Fisioterapia preventiva e a terceira idade

A Fisioterapia no Envelhecimento

Porém, quando o problema aparece em uma pessoa muito nova e essa artrose acentuada impede, por exemplo, a mobilidade e o desenvolvimento normal dessa pessoa em seu trabalho, lazer e demais afazeres do dia a dia, é preocupante.

Os sintomas podem variar de acordo com a articulação afetada e grau da lesão. Os principais são dor e rigidez, especialmente no período da manhã ou ao descansar depois de um dia de atividades. As articulações podem ficar inchadas, especialmente após atividade prolongada. Se o problema for no quadril, a dor será sentida na região da virilha ou nas nádegas e, às vezes, no interior do joelho ou na coxa. Caso seja nos joelhos, a pessoa terá a sensação de 'ranger', quando se movimentar. Nos dedos, há crescimento ósseo (nódulos) na borda das articulações, o que pode deixá-los inchados, deformados e vermelhos e gerar dor na base do polegar. Nos pés, dor e sensibilidade são sentidas na base do dedão e pode haver inchaço nos tornozelos ou pés.

Os estudos da Fisioterapia para idosos (Geriatria)  e nas áreas principalmente da Ortopedia e Reumatologia têm mostrado a eficiência do fortalecimento muscular em casos de artrose, para que possamos diminuir a sobrecarga nas articulações e consequentemente gerar um quadro menor de dor e uma qualidade de vida melhor.

A fisioterapia gerontológica tem como principais objetivos:

  • Promoção de saúde e envelhecimento ativo;
  • Preservar a capacidade funcional do idoso;
  • Avaliar a capacidade motora funcional do idoso;
  • Maximizar qualidade de vida;
  • Estimular a mobilidade;
  • Facilitar, através de exercícios, a participação social;
  • Melhorar vitalidade, força muscular, resistência e equilíbrio;
  • Gerenciar cuidados em relação a doenças crônicas/degenerativas dos sistemas osteoarticular e nervoso;
  • Tratar como primeira escolha os casos de incontinência urinária;
  • Abolir/diminuir dores agudas e crônicas;
  • Tratar diversas situações onde a capacidade funcional e o equilíbrio do idoso podem ser comprometidos;
  • Prevenir quedas;
  • Reabilitar a mobilidade após internações e/ou cirurgias.

Antes de terminar esse texto, preciso te indicar o ebook Fisioterapia em Gerontologia e Geriatria: Uma Realidade Prática.  Este e-book demonstra o contexto do envelhecimento no Brasil, oferecendo ao fisioterapeuta embasamento, com técnicas e conduta para atuar em aspectos comuns na assistência ao idoso. Clique aqui e saiba mais!



Espero que você tenha gostado da abordagem. Segue a gente nas Redes Sociais: Twitter, Facebook, Instagram, e no Youtube. Entre no grupo do Whatsappe no grupo do Telegram

Deixe seu comentário e nos marque(@Sua Saúde) pra gente ver:

Nenhum comentário

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!