Cervicalgia pode ser sintoma da Artrose







http://4.bp.blogspot.com/_7F4TzJGIOCE/TIvAIZQlO9I/AAAAAAAAAEY/cB2KPbQlSwA/s1600/cervicalgia.jpg

A coluna cervical é o segmento mais móvel de toda a coluna vertebral. A região é submetida a um grande número de agressões e pressões, a exemplo do peso da cabeça, esforços ao nível dos membros superiores, posturas de trabalho, esporte, sono e incidência do estresse.

A coluna cervical é subdividida em superior, sendo composta de atlas (C1) e axis (C2), e inferior que começa em C3 e termina em C7. A cervical superior tem uma mobilidade mais baixa comparada com a inferior, que possui larga amplitude de movimento. Essas diferenças geram desalinhamentos articulares e sobrecargas musculares, provocando alteração da biomecânica.

Os músculos do pescoço podem ser contraídos por a má postura, especialmente quando se trabalha no computador ou na mesa.  Muita gente tem os ombros levantados porque eles têm uma forte tensão muscular no músculo trapézio e no levantador da escápula.

A artrose é uma das causas mais comuns de dor cervical que afeta principalmente as pessoas com mais de 50 anos.

A artrose ou espondilose cervical é a degeneração das articulações da coluna vertebral e dos discos que se encontram entre as vértebras. É uma causa comum de dor cervical persistente.
Os idosos são os que mais sofrem por causa da idade.
Esse distúrbio é chamado de espondilose cervical.
No entanto, a maioria das pessoas com mais de 50 anos de idade tem um certo grau de degeneração da coluna vertebral (espondilose), mas não sentem dor cervical.
Os sintomas da artrose cervical são
  • Dor e rigidez pior na parte da manhã, depois de um esforço e quando o tempo muda
  • Rigidez
  • Limitação de movimento
  • Rangidos ao virar o pescoço.


O tratamento inclui a correção da postura e um programa de exercícios posturais.  A grande maioria dos episódios de dor cervical melhora com o tempo e pode ser tratada sem cirurgia.

A Fisioterapia na Cervicalgia torna-se uma grande aliada nesse tratamento, principalmente para a melhora da postura e diminuição do quadro álgico.

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!