Musculação exagerada e obesidade aproximam artrose dos jovens







http://t2.uccdn.com/pt/images/7/4/1/img_como_aliviar_dor_de_artrose_no_joelho_19147_orig.jpg

Há cada vez mais jovens procurando médicos e fisioterapia por causa do desgaste articular, que pode desencadear a artrose, uma doença degenerativa.

A musculação com muito peso, a corrida sem descanso, os esportes competitivos dividem a "culpa" com obesidade e sedentarismo para a população com menos de 30 anos procurar os ortopedistas e descobrir problemas nos joelhos, quadris e tornozelos, as partes do corpo mais afetadas pela artrose.

O sintoma principal da doença é a dor e a limitação de movimentos. Quando a cartilagem fica muito gasta, o osso é prejudicado e, em estágio avançado, as consequências são irreversíveis.

Ao mesmo em que o início cada vez mais precoce de atividades esportivas aumenta as lesões nesta faixa etária, a sobrecarga nos membros inferiores pode ser trazida exclusivamente pelos quilos extras revelados pela balança. A obesidade castiga demais as pernas e os pés

Prevenção

Para quem está acima do peso, emagrecer é fundamental, mas não condição exclusiva para evitar a artrose. Quem conviveu durante muito tempo com a obesidade, tem a cartilagem prejudicada, situação que permanece após o emagrecimento. É preciso uma ajuda especializada e com treinos específicos para o fortalecimento das articulações.

Os magros já adeptos dos exercícios e da musculação, também podem passar por um processo natural de desgaste da cartilagem. O alongamento prévio antes das atividades também não é vacina totalmente protetora contra artrose, ruptura de ligamentos ou inflamações nos tendões. Ele serve para preparar a musculatura para o exercício, mas não minimiza o desgaste. 

O  descanso da musculatura é essencial para evitar problemas. Outra dica é não colocar muito peso nos aparelhos, em especial se isso for feito por conta própria.

"Para os homens e mulheres que querem pernas muito torneadas – o famoso pernão, característica atual das musas – a orientação é buscar ajuda com nutricionistas. É possível definir os músculos sem recorrer às cargas muito pesadas da musculação com auxílio de alimentação focada no aumento da massa muscular, por exemplo .

Os jovens que querem deixar distantes a artrose e o reumatismo – outro problema que não é típico só de idosos –, além de maneirar os exercícios, não podem recorrer a artifícios perigosos como os anabolizantes ou suplementos sem indicação especializada. Estes produtos afetam diretamente o coração, sendo o ponto de partida de infartos e acidentes vasculares cerebrais (AVC). 

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!