Artrose Glenoumeral ou Artrose de Ombro









A artrose glenoumeral (articulação do ombro) é uma fonte comum de dor e incapacidade funcional que atinge cerca de 20% da população mais idosa. A lesão da cartilagem articular desta articulação é a causa primária da artrose glenoumeral.
A lesão da cartilagem articular cria um atrito entre a cabeça do úmero e a glenóide que estimula o organismo a produzir osteófitos (esporões). À medida que o atrito evolui, existe mais formação de osteófitos, limitando progressivamente a mobilidade articular e causando dor.

O que causa a artrose glenoumeral?

Uma série de fatores pode levar à artrose glenoumeral:

- Uma lesão repetitiva, pode ser ocasionada por uma instabilidade articular crônica.
- Trauma (fratura ou luxação)
- Um processo inflamatório crônico (artrite reumatóide e outras)
- Osteonecrose (a perda de suprimento sanguíneo para os ossos, que pode ser causada por diversas condições)
- Lesão crônica do Manguito Rotador (onde a insuficiência do envelope muscular que envolve a cabeça do úmero faz com que ocorra uma descentralização da articulação e conseqüente artrose glenoumeral).
- Algumas condições metabólicas raras
- Pós cirúrgico, principalmente após cirurgias para correção de instabilidade glenoumeral, nas quais ocorreu uma tensão excessiva dos tecidos.
- Artrose primária (sem causa definida).

Como se trata a artrose glenoumeral?

O tratamento inicial deve ser sempre conservador. A analgesia e a fisioterapia são fundamentais para o processo. O tratamento conservador deve incluir métodos analgésicos químicos e físicos, alongamentos e manutenção da força muscular.
Dependendo do grau de evolução da artrose, o tratamento cirúrgico deve ser realizado.
O tratamento cirúrgico pode ser artroscópico (em casos muito específicos) ou a artroplastia do ombro (prótese). O tipo de prótese a ser utilizada deve ser definido de acordo com a etiologia da doença e individualizado para cada paciente. Atualmente existem diversas opções de implante, dentre elas, a prótese parcial(onde apenas a parte umeral é substituída), total( substituição da cabeça umeral e da glenóide), ressurfacing (substitui-se apenas a superfície articular umeral) ou reversa (onde o desenho da prótese é invertido, sendo a esfera do implante posicionada onde antigamente era a glenóide).

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!