Sapatos apertados causam artrose e deformações nos pés







Escolher um sapato levando apenas em conta fatores como moda, beleza e estética e não observando se ele oferece conforto pode ser um tiro no pé.

De acordo com pesquisadores americanos, cerca de 60% das mulheres usam sapatos, saltos, sandálias e chinelos que prejudicam a postura e os pés.

Uma pesquisa feita pela Universidade de Framingham (EUA) com 3.378 pessoas indica que usar sapatos desconfortáveis ou apertados durante a juventude pode causar dores, deformações e até artrose nos pés.

O salto alto é o principal vilão da saúde. É preciso ficar atenta aos riscos mesmo as mulheres usam saltos com pouca frequência. O salto além de causar dores nos dedos, na sola e no calcanhar, pode encurtar o tendão de Aquiles e causar dores crônicas na coluna. Segundo ortopedistas, usar salto eventualmente em festas ou mesmo no final de semana não causa tantos danos, mas utilizá-lo diariamente pode sim causar danos irreversíveis à saúde. E ainda: os danos são intensificados se o uso é frequente desde a adolescência.

As sapatilhas também estão na mira. Por não terem nenhum salto e pouquíssimo acolchoamento, sobrecarregam as articulações dos joelhos e da lombar, sujeitando quem usa à hérnia de disco.

O ideal seria usar tênis todo dia, mas como é praticamente impossível, os médicos recomendam que a melhor opção depois do tênis é usar um sapato com a sola estável e um salto grosso e baixo, como os modelos anabela.

Dicas:

- Na gravidez, aumentar um número do sapato pode trazer mais conforto. Por causa dos hormônios, os músculos relaxam e a sensação é de que o pé cresceu. Com a idade, os pés também podem ficar mais largos.

- Compre sapatos no fim do dia, quando os pés estão mais inchados. Experimente os sapatos em pé, para perceber o peso do corpo na sola.

- Alterne o tipo de sapato diariamente para não deformar o calçado nem causar possíveis machucados no pé.

- Na hora de escolher o salto, prefira os mais baixos e grossos, que não jogam tanto o peso do corpo para frente. Pessoas pesadas ou com joanetes devem evitar saltos com mais de 5 centímetros para não machucar os dedos. Mulheres com pé chato costumam se sentir confortáveis com um salto médio, que ajuda a aliviar a dor nos tendões e nos músculos.

- Guarde os saltos finos para os dias de festa. Saltos com mais de 7,5 centímetros jogam 90% do peso do corpo para frente, forçando demais os dedos e a sola do pé. Usados em excesso, causam bolhas na sola, calos, pioram a dor de joanetes e forçam a musculatura do peito do pé.

- Sapatos de bico fino aumentam a incidência de unhas encravadas. Na hora de escolher o modelo, veja se há espaço entre os dedos. Na dúvida, opte por um número maior.

- O calcanhar suporta 25% do peso do corpo. Busque modelos com esta área acolchoada ou compre palmilhas em lojas especializadas. Se o problema são as bolhas, opte por tiras de moleskine, mais confortáveis que outros curativos e muito mais discretos.

- Para não machucar a coluna, opte por saltos de bico arredondado com até 3 centímetros.

- Cuidado com as sapatilhas sem salto. Se o calcanhar não estiver bem acolchoado, é bem provável que elas causem dores nos joelhos e na lombar.


Fonte: www.oglobo.com.br

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!