Estudo aponta a caminhada no controle da artrose







Estudo recente realizado por pesquisadores da Universidade de Queensland, na Austrália, constatou a eficácia da caminhada no tratamento de pacientes com artrose de joelho e quadril. Em apenas seis semanas, os participantes com idade entre 42 e 73 anos, já apresentaram aumento nas funções de mobilidade e alívio nas dores.

O programa previu que eles, três dias por semana, andassem duas séries de 1.500 passos, contados por um pedômetro, aparelho que registra o total de passos e a distância percorrida. Informações sobre o estado de saúde foram anotadas em planilhas. O resultado da pesquisa, publicada pela revista “Arthritis Research & Therapy”, confirma que houve uma sensível melhora nas dores de quem sofre com a doença inflamatória. A ingestão do medicamento condroitina fez parte do tratamento, e acredita-se que há evidências preliminares de que seja benéfico para os pacientes com artrose.

A artrose é o endurecimento natural das articulações. Trata-se de uma doença reumática degenerativa, que chega a acometer 30% da população adulta acima dos 50 anos. Do grego, arthros significa articulação e ose, degeneração. Juntando as duas palavras, surge o significado da doença, que é a perda progressiva do movimento na junção entre um osso e outro. Artrose é a denominação popular para osteoartrite ou osteoartrose. Não confundir com artrite, que é uma doença inflamatória que pode afetar diversas articulações ao mesmo tempo, e recebe a denominação de poliartrite.

A limitação do movimento deve-se ao fator mecânico: as superfícies articulares ficam desprotegidas, com a cartilagem comprometida e diminuição do líquido sinovial, tornam-se rugosas e atritam-se. Os sintomas produzidos pela artrose são dor de intensidade variável e dificuldade em movimentar a junta entre os ossos. Ao contrário do que pode parecer e apesar da dor diminuir quando se fica em repouso, é necessário se movimentar para evitar que a doença avance em grande escala.

Associada a outros tratamentos, a caminhada tem sido comprovadamente eficaz no combate às dores e para a melhoria da flexibilidade. Quem tem artrose precisa tomar cuidado com o terreno, evitando ladeiras e pisos molhados para não escorregar ou cair. Deve começar o tratamento andando devagar e fazendo percursos bem curtos, de acordo com a própria condição de saúde, e ir aumentando a intensidade e o trajeto aos poucos. Convém vestir roupas e sapatos adequados. O tênis é o melhor calçado para caminhar e as roupas esportivas deixam o corpo mais à vontade para realizar todos os movimentos. Evite calças muito compridas ou com a boca larga demais para não tropeçar. Tente fazer alguns alongamentos antes, para esquentar, e depois, para relaxar. Os pesquisadores de Queensland chegaram à conclusão de que os pacientes com artrose que seguem a quantidade de exercícios recomendada por médicos melhoram seu estado. Com isto, não quero dizer que a pessoa precise sofrer mais do que aguenta, mas que faça o seu melhor e vá conversando com o médico.

COMENTE ESSE POST

Compartilhe no Google +

0 comentários:

Comente com educação que o seu comentário será aprovado. Participe sempre!